Av. Visconde de Guarapuava, 3965 - 2º Andar - Cj: 04, Centro - Curitiba/PR
  • (41) 3362-1118

Mais do que prestação de serviços...

Uma parceria!

Os 3 erros mais comuns em processos seletivos - e como evitá-los

São detalhes que podem ser subestimados ou passar despercebidos

Para reconhecer os candidatos que realmente dão match com as vagas, muitas empresas costumam fazer mais de uma etapa em seus processos seletivos. Formulários, testes e dinâmicas variadas são cada vez mais comuns nas seleções, e é comum se sentir inseguro sobre seu próprio desempenho em meio à disputa.

O processo seletivo é o primeiro contato que o candidato tem com a empresa e vice-versa. Por isso, a primeira impressão é muito importante.

De acordo com Marina Costa, Head de Aprendizagem da Resilia, edtech que oferece capacitação na área tecnológica com foco para o mercado de trabalho, em um segmento competitivo como o de tecnologia, por exemplo, o pulo do gato é se destacar aos olhos dos avaliadores como a pessoa certa para o posto.

"É importante saber que os recrutadores procuram pessoas que querem estar na empresa, que têm interesse, brilho nos olhos e sede de aprendizagem. Demonstrar isso, em um processo seletivo, não basta simpatia, demanda preparação. Se destaca quem demonstra conhecer a área de negócio, os valores, produtos ou serviços que a empresa oferece, bem como quem antecipa perguntas que podem ser realizadas e já estrutura suas respostas, destacando experiências que fazem sentido com a vaga e companhia. É uma dedicação prévia que pode garantir a sua aprovação", afirma.

Para que esse momento seja ainda mais especial e termine com a tão sonhada admissão, os especialistas da Resilia listaram três erros comuns cometidos ao longo de processos seletivos - e sugerem dicas de como evitá-los.

Erro 1: Não ler todas as informações que estão no site

Quanto mais preparado o candidato for, melhor será o processo! É preciso usar e abusar da internet. Uma boa pesquisa pelas informações disponíveis online pode representar alguns passos à frente de outros candidatos. Sempre que possível, é preciso que o candidato antecipe possíveis dúvidas que possam surgir instruindo-se mais sobre a empresa, os requisitos do processo seletivo, materiais ou certificados necessários e o que mais precisar para preencher a vaga.

Erro 2: Não completar uma etapa

Sabendo que os processos seletivos são cada vez mais concorridos, é mais do necessário saber que todas as etapas são eliminatórias. Justamente por esse motivo, deixar de completar uma etapa pode ser fatal para o candidato — nesse caso, leva à eliminação. Imagine um processo seletivo com cinco mil candidatos; por mais que se pense que é apenas um formulário, é justamente essa etapa que separa um candidato do outro. Por isso, é imprescindível concluir todas elas.

Erro 3: Deixar para a última hora

E por último, mas não menos importante, um erro bem comum em processos seletivos é procrastinar com a inscrição. Mas a dica é clara: não deixe para a última hora! Dvido à quantidade de etapas a serem preenchidas, é importante separar um tempinho para compreender e realizar cada uma delas com calma, dar seu melhor e revisar!